Como precificar corretamente um curso online?

imagem ilustrada de uma pessoa entendendo como precificar um curso online

A oferta de cursos online cresce exponencialmente no Brasil. Com isso, muitas dúvidas têm surgido sobre esse modelo de negócio e uma muito comum é: como precificar um curso online?

E não é por menos, quando não possuímos um bem palpável o trabalho de precificação torna-se um pouco mais complexo.  No caso dos cursos online isso pode ser ainda mais complicado, pois sua produção inicial demanda um investimento maior, porém, ao longo do tempo, sua lucratividade tende a aumentar.

Para que isso aconteça, é necessário levar em consideração diversos fatores, garantindo a margem de lucro dos cursos. Os custos de produção, custos com professores, custos com profissionais, a plataforma escolhida e até itens básicos como água e luz devem ser calculados.

Todos esses fatores somados resultam no valor investido para a realização do curso e devem ser a base para sua precificação. Porém, não acaba por aí, a análise de concorrência e público-alvo também são itens altamente relevantes para este processo.

Por isso, compreender melhor esse cenário e cada um desses fatores torna-se essencial para definir os preços de seus cursos online.

Importância de precificar um curso online adequadamente

Muitas empresas encontram dificuldade na etapa de precificação de seus cursos. Até mesmo empresas maiores e com grande trajetória de mercado ainda possuem dúvidas quanto a esse quesito.

Isso porque, com o avanço do ensino a distância e o crescente aumento no número de concorrentes, esse cenário torna-se cada vez mais competitivo, por isso, garantir que seus cursos estejam precificados corretamente é essencial.

Além disso, a precificação adequada dos cursos online é que irá garantir o retorno do investimento para sua corporação. Quando o assunto é cálculo, todos os números devem ser levados em consideração, desconsiderar algum ponto pode ser crucial para a sobrevivência do negócio.

O preço de seus cursos também é quem irá definir qual a percepção dos usuários com relação ao seu produto. Cursos com valor muito alto, correm o risco de ficaram para sempre “na vitrine”, por outro lado, cursos com baixo custo causam a impressão de que não possuem qualidade.

Ou seja, trata-se de um verdadeiro campo minado, onde é necessário extrema cautela e análise.

Meu curso tem valor ou preço?

A diferenciação entre valor e preço é um antigo conhecido do mundo dos negócios, e de fato, apesar de sua forte ligação, possuem distinções na prática.

Valor está ligado a como seu produto ou serviço pode beneficiar o usuário, por isso, o questionamento quanto a percepção do usuário frente ao valor de seu produtos é tão importante. Trata-se da qualidade do produto e como os usuários o enxergam.

Isso, por outro lado, deve ser expresso por meio da precificação. Com base no valor agregado de seu curso, o quanto os usuários estariam dispostos a pagar por ele?

Um exemplo clássico seria: existem dois cursos online sendo vendidos, ambos sobre o mesmo tema e com o mesmo padrão de qualidade, porém, um deles traz como diferencial um dos maiores especialistas da área para ministrar seu curso, o outro, por outro lado apresenta um novo profissional da área, com tanta propriedade quanto, porém, menos conhecido.

Não é difícil imaginar que, por mais que o segundo curso aborde o mesmo tema e pratique preços abaixo, os usuários tendem a buscar valor para sua experiência. Com isso, mesmo com preços mais elevados, o primeiro curso representa esse valor, representa essa experiência.

E é isso que deve-se buscar para a oferta de seus cursos! Os preços devem sim ser levados em consideração, ainda mais frente às instabilidades econômicas, porém, o valor de seu produto também deve ser um ponto de atenção.

Etapas da precificação

Muitos acreditam que a etapa de precificação deve ser a última do projeto, porém, na realidade, ela deve ser levada em consideração desde sua concepção. Isso porque, algumas etapas do plano de negócio influenciam diretamente nos preços do produto.

Importantes análises como concorrentes, personas e a escolha da plataforma de cursos online com o melhor custo-benefício refletem diretamente na precificação dos conteúdos online.

Persona: a persona, continua sendo elemento principal na criação de todo e qualquer produto e deve ser levada em consideração desde a idealização do projeto até a etapa de vendas. No processo de precificação, possui fator decisivo, pois é responsável por definir qual o poder aquisitivo do público-alvo.

Quanto sua persona estaria disposta a pagar por seus serviços? Qual o valor enxergado por ela em produtos como o seu?

Análise de concorrência: no universo digital, o número de concorrentes cresce quase que diariamente, considerando dados do último relatório do Sebrae, sabe-se que: “taxa de sobrevivência das empresas com até 2 anos de atividade subiu para 76,6%.”

Realizar a correta precificação dos produtos é um passo na direção de tais estatísticas, e analisar a concorrência, por mais volumosa que pareça ser, é uma etapa importante.

Entender quais preços o mercado está praticando, como está a oferta por cursos similares ao seu e tantos outros insights para o seu processo de precificação.

É importante lembrar que seus preços não devem levar em consideração única e exclusivamente os preços praticados pela concorrência, essa análise deve ser utilizada para realizar uma média do que o mercado já possui.

A precificação na prática

Chegou a hora de precificar, é o momento de escolher qual preço os usuários pagarão para ter acesso a seus conteúdos, com isso, a calculadora e os relatórios de custos do projeto devem estar lado a lado no momento desta decisão.

Conforme mencionado anteriormente, todos os custos para a execução do projeto devem ser levados em consideração, é claro que, assim como qualquer outro produto ou serviço, o retorno deste investimento é a longo prazo, porém, caso siga todas as etapas mencionadas neste artigo, realizar a previsibilidade do retorno do investimento fica mais fácil.

O Excel é um grande aliado quando se trata de números e pode auxiliar neste controle de custos e precificação.

Após realizar estes cálculos, é preciso retomar itens como persona, valor agregado e concorrência. Analise se os preços que pretende praticar estão alinhados com os dados que possui.

Outro ponto que frequentemente é esquecido, são os custos com marketing. Estes, devem estar embutidos no custo do curso. Possuir essa margem é que irá garantir sua verba para divulgação e a possibilidade de descontos exclusivos aos usuários.

Análise de retorno do investimento

O bom do universo online é sua maleabilidade e facilidade de mudanças, a precificação deve ser norteada por dados e fundamentação, porém, nada impede que, por meio de análises e novos cálculos esses números se transformem.

Por isso, algumas siglas, devem ser anotadas. O famoso ROI e CAC devem ser análises frequentes. Essas pequenas siglas são responsáveis por indicar qual o retorno do seu investimento e o quanto cada novo cliente está custando.

O cálculo do ROI é o total de receita subtraído pelos custos, dividido pelos custos, multiplicado por 100. Já o CAC é a soma dos investimentos dividido pelo número de novos clientes.

Essas métricas devem ser responsáveis por analisar a efetividade de sua precificação e o desempenho em vendas de seus cursos online. O processo de vendas inclusive pode ser facilitado com o uso da plataforma adequada.

A Hotscool por exemplo, é uma plataforma de cursos online que possui um ambiente extremamente intuitivo, o que facilita na hora da compra por parte do usuário. É possível conhecer e testar a ferramenta por 7 dias grátis clicando aqui.

Facebook Comments

Join the discussion One Comment

  • […] Em muitos casos, só o fato de você compilar uma série de informações que estão disponíveis no Google, mas que estão espalhadas de forma desorganizada, já é o suficiente para gerar valor para o seu público. Muitas pessoas possuem pouco tempo disponível para fazerem dezenas de buscas na internet. E porque não ter tudo organizado e estruturado através de um curso online? E isto tem um valor! […]

Leave a Reply