Como criar um curso online que vende

Nós da Hotscool acreditamos que a educação a distância está ao alcance de todos, não só para instituições de ensino superior e empresas. O mercado de cursos on-line é enorme e cresce a cada ano.

O crescimento do mercado de Educação a Distância (EAD) se deve não só pela adoção desta metodologia de ensino pelas instituições do ensino superior e empresas, mas por pessoas que desejam transformar o seu conhecimento em um curso online.

Atualmente, milhares de pessoas vendem cursos online sobre temas que vão desde ilustração, desenvolvimento de software, coaching, culinária, que geram rendas de 5 a 6 dígitos todos os meses. Muitas destas pessoas viram nos cursos online uma forma de renda extra e muitas fizeram de seus cursos o seu negócio. Um negócio digital que lhes permitem mais flexibilidade de horário, liberdade para trabalharem de qualquer lugar e passarem mais tempo com a família.

Se você já pensou em criar um curso online mas não sabe por onde começar, este artigo é para você.

Neste artigo abordaremos 7 passos importantes para criar e estruturar um curso online de sucesso.

  1. Passo 1: Encontre um assunto que seja rentável para o seu curso
  2. Passo 2: Defina seus objetivos e quanto quer ganhar com seu curso online
  3. Passo 3: Cresça sua audiência e sua lista de e-mails
  4. Passo 4: Precificação: Quanto cobrar pelo seu curso online?
  5. Passo 5: Crie sua Escola Online na Hotscool
  6. Passo 6: Crie um ótimo conteúdo
  7. Passo 7: Lançamento do seu curso

 

Passo 1: Encontre um assunto que seja rentável para o seu curso

Para a maioria das pessoas, encontrar uma ideia para o seu primeiro curso online é a parte mais difícil de todo o processo. Às vezes é difícil ter a certeza de que somos bons o suficiente em algo que valha a pena ser ensinado. Mas acredite: Sim, você tem um conhecimento que pode ser ensinado e pessoas que querem aprendê-lo!

Você provavelmente tem um conhecimento em alguma área de atuação, uma paixão, um hobby, não importa. Tenha em mente que outras pessoas também compartilham da sua mesma paixão e estão procurando mais informações sobre ela. E essas pessoas são a sua audiência! O seu público-alvo!

Por exemplo: Talvez você seja apaixonado por culinária vegana. Hoje em dia, existe uma busca muito grande por uma boa alimentação, mais saudável e muitos encontram na culinária vegana uma possibilidade de fazer uma reeducação alimentar. Ou até mesmo abrir um restaurante vegano, e buscam por novas receitas, técnicas, alimentos que podem substituir os alimentos de origem animal e por aí vai… Bingo! Você tem o conhecimento, você tem um nicho e você tem uma audiência!

A partir do momento que você identifica o tema do seu curso online, você só precisa encontrar o seu público-alvo, isto é, a sua audiência. Encontrar a sua audiência é fácil. Ela está nas redes sociais, assim como você, participando de grupos e buscando informações sobre o assunto.

Agora vem um importante ponto na hora de criar o seu curso online: Quais são as dores da sua audiência? Quais são os problemas que as pessoas tentam resolver? A única forma de saber a resposta para estas questões, é interagindo com estas pessoas participando de grupos, fóruns, comunidades. O Google é um dos nossos maiores aliados nesta pesquisa! Uma das ferramentas que o Google oferece é o Google Trends. Através desta ferramenta, você pode ter uma ideia do que as pessoas vem buscando sobre determinado assunto na Internet e qual é o percentual de crescimento destas buscas ao longo do tempo.

A partir daí, crie sua ideia de curso e identifique a transformação que você trará para os seus alunos através do seu curso online. Ao pensar em uma ideia para um curso online, tenha em mente o seguinte: Qual é a transformação que vou causar na vida dessa pessoa através do conteúdo do meu curso? Um curso deve ser um atalho para um resultado. Deixe claro os resultados que as pessoas terão através do seu conteúdo e no seu discurso de venda.

Veja abaixo 3 dicas que podem te ajudar a encontrar o tema ideal para o seu curso online:

  1. Escreva sobre suas paixões, hobbies e habilidades que possui. Projetos ou ações que você já fez e que tiveram um impacto positivo seja no trabalho, no seu bairro, na sua rua, etc. Assuntos que você gosta ou domina e também suas experiências. Anote tudo em tópicos e escreva um pouco sobre cada um.
  2. Tente identificar as transformações, aprendizados ou o(s) conteúdo(s) que trará (ão) valor para as pessoas que comprarão o seu curso online.
  3. Identifique e escolha a maior transformação que o seu curso irá oferecer.

Passo 2: Defina seus objetivos e quanto quer ganhar com seu curso online

Uma das razões pelas quais muitas pessoas criam seus próprios cursos online é conseguir uma renda-extra ou até mesmo viver de curso online. Tenha certeza de que é totalmente possível viver de cursos online e isso já é uma realidade para muitas pessoas no mundo todo.

Mas os seus objetivos devem ser mais específicos do que simplesmente ”ganhar dinheiro”.

Defina um objetivo concreto e metas claras. Quanto você quer receber pelo seu curso? Quantos alunos quero atingir e em quantos meses? Divida sua meta principal em pequenas metas.

Avalie seu público-alvo e defina um valor adequado para o seu curso. Não desvalorize seu conteúdo colocando um preço muito baixo. Existem estudos que compravam que as pessoas que pagam por um curso com um preço um pouco mais elevado, valorizam  mais o conteúdo, tendem a completar o curso todo e divulgam em suas redes sociais. É aquela máxima que diz que quanto mais caro, mais valor você dá a algo. Mas lembre de cobrar um valor compatível com a sua audiência.

Comprovadamente, utilizar preços “premium” traz alguns benefícios:

  • É mais fácil atingir seus objetivos de receita – você fará mais com menos alunos.
  • Seus alunos obterão melhores resultados.
  • Seus alunos serão mais engajados com o seu conteúdo.

Não mostre apenas o valor financeiro e o que as pessoa vão aprender com o seu curso. Mostre realmente a transformação que o seu curso vai causar em suas vidas.

Exemplo: Você pode criar um curso online para ensinar as pessoas a desenvolverem um aplicativo. Esse pode ser o seu discurso de venda. Ok. Mas e se você dissesse que você vai não só ensiná-las a desenvolverem um aplicativo, mas que elas poderão ter isso como um diferencial em seus currículos, e terem uma chance real de um bom emprego e um bom salário? Viu só como a coisa muda de figura? Essa é a REAL TRANSFORMAÇÃO que você está vendendo para as pessoas. O seu curso é apenas um meio delas chegarem até ela!

Posteriormente, publicaremos um artigo mais detalhado sobre como precificar o seu curso online.

Passo 3: Cresça sua audiência e sua lista de e-mails

Agora, vamos falar um pouco sobre Marketing Digital. A lista de e-mail é a coisa mais poderosa que você pode ter como instrumento de venda. Lista de e-mail é uma palavra-chave na esfera online e principalmente no marketing digital. Basta uma pesquisa rápida no Google para encontrar milhares de sites falando sobre a importância em criar, cultivar e ampliar sua lista de e-mails. Mas muitas pessoas tem dificuldade e se perguntam como construir a sua lista de e-mails.

Antes de abordarmos o tema sobre como criar a sua lista de e-mails, é importante explicar porquê ela é tão importante. A resposta é simples: Porque  através dela você irá se relacionar com a sua audiência e assim venderá o seu curso online.

Agora você deve estar se questionando: Como vou construir minha lista de e-mails? Simples. Criando um site ou um blog e oferecendo parte de seu conteúdo de valor de forma gratuita. Mas vou ter que dar acesso de graça ao meu curso para as pessoas? Você até pode oferecer o acesso gratuito a 1 ou 2 módulos do seu curso online como forma de “degustação”.

O que será oferecido para sua audiência é uma “isca digital” (“lead magnet” em inglês). Você vai oferecer gratuitamente uma pequena parte do seu conteúdo – que você sabe que tem um valor importante para a pessoa – em troca do seu e-mail.

Cada e-mail é considerado um lead. Um lead, trocando em miúdos, é um cliente em potencial. Quanto mais leads (e-mails) você conseguir em sua lista, mais chance você terá de vender seu curso.

Esta isca digital é uma forma de você:

  • Validar sua ideia (verificar se as pessoas realmente estão interessadas no conteúdo do seu curso);
  • Construir sua audiência/lista de e-mails
  • Mostrar para ela que você conhece e domina o assunto, com um conteúdo de qualidade. Com isso, você constrói a sua autoridade sobre o tema que irá abordar em seu curso online.

E que tipos de conteúdos você pode dar para estas pessoas em troca dos seus e-mails?

  • E-books  – Se você já possui um site ou um blog com diversas postagens que abordam o tema escolhido para o seu curso online, considere compilá-las em um e-book para atrair as pessoas e construir sua lista de e-mails. A partir daí, você pode criar o que chamamos de Páginas de Captura (“Landing Pages”) oferecendo a sua isca digital e desta forma, iniciará a construção de sua audiência/lista de e-mails.
  • Webinars: Webinars (workshops online) é uma ótima estratégia para divulgar seu conteúdo. Fazer uma conferência online que tenha participação ativa de seu público através de chats é uma maneira de atingir muitas pessoas além de ser um modo bastante eficaz de venda, pois é você em contato direto com seu público através de um computador, internet e uma webcam.
  • Podcasts: Diferente de um Webinar, funcionam como um programa de rádio. É uma maneira prática de fazer com que sua audiência seja conquistada, pois elas poderão te ouvir enquanto desempenham alguma outra atividade.
  • Pequenas aulas em vídeo: Através de algumas aulas, seu público também  poderá perceber sua autoridade sobre o assunto escolhido. Diferente de um webinar, você não terá a interatividade momentânea com o seu público, mas também é uma forma de venda eficaz.
  • Participação em um grupo ou fórum restrito/vip: Com pequenas inserções e comentários pertinentes sobre o assunto que será abordado, a participação em grupos de discussão permite uma construção ativa e de maior proximidade com o seu público. Lembre-se sempre da assinatura nos seus comentários, colocando sempre um link para o seu site, blog ou site do seu curso.
  • Mini-curso por e-mail: Uma das estratégias mais utilizadas para a construção de uma lista de e-mails é a criação de um mini-curso por e-mail. Como funciona? Se o seu curso possui 10 módulos, pegue um deles e divida seu conteúdo em pequenos e-mails que serão enviados, diariamente ou semanalmente. Se as pessoas se inscreveram para ter acesso a sua lista ou ao seu mini-curso, é uma comprovação de que há interesse em seu conteúdo.

O importante é que sua isca digital deverá estar diretamente relacionada ao conteúdo do seu curso on-line, para que você atraia um público altamente segmentado. Por exemplo, se você está ensinando sobre marketing no Facebook, você não quer atrair pessoas interessadas em marketing no Instagram.

E o que a sua isca digital deve ter? Veja abaixo um checklist:

  • Seus reais compradores devem realmente querer esse conteúdo que você está oferecendo como isca.
  • Sua isca digital oferece um resultado, um valor tangível, uma gratificação instantânea.
  • As pessoas precisam perceber o real valor do conteúdo.
  • Ela poderá, resolver um pequeno problema.
  • Ela terá você como uma autoridade no tema do seu curso.
  • O título de seu curso deverá mostrar claramente os benefícios e os resultados.

Passo 4: Precificação: Quanto cobrar pelo seu curso online?

Se você está se perguntando como vender um curso online, a resposta é simples: valorize seu conteúdo. Nós ficamos presos pensando que tudo poderá ser encontrado através de uma ferramenta de busca, mas não é bem assim que as coisas funcionam.

Você deve pensar na transformação que será oferecida aos seus alunos.

Em muitos casos, só o fato de você compilar uma série de informações que estão disponíveis no Google, mas que estão espalhadas de forma desorganizada, já é o suficiente para gerar valor para o seu público. Muitas pessoas possuem pouco tempo disponível para fazerem dezenas de buscas na internet. E porque não ter tudo organizado e estruturado através de um curso online? E isto tem um valor!

Lembre-se de que você produzirá um conteúdo importante para a transformação das pessoas. Utilize-se de ferramentas de marketing digital para que esta importância seja percebida por sua audiência e, como dissemos no passo 2 a respeito de preços Premium, os benefícios são tangíveis e o ajudarão cada vez mais na construção de sua autoridade sobre o tema abordado.

Passo 5: Crie sua Escola Online com a Hotscool

A Hotscool nasceu com a missão de levar o poder da educação à distância para as pessoas.

Acreditamos que cada pessoa tem conhecimentos e experiências valiosas e que poderão ser transformados em algo lucrativo. através de um curso online.

Com a Hotscool é muito fácil você criar a sua escola online e estruturar seus cursos. Na Hotscool você pode ter quantas escolas online quiser e com cursos ilimitados. E se você já tiver o conteúdo do seu curso organizado, em vídeos, PDFs, arquivos DOC, planilhas, etc, em 15 minutos você estrutura seu curso e já começa a vender.

A Hotscool oferece uma série de características e funcionalidades que você deve levar em conta na hora de criar e vender o seu curso online?

  1. Uma plataforma bonita e intuitiva: A Hotscool permite que você crie uma bela escola online que transmita confiabilidade e autoridade através de um design limpo e com foco na experiência do aluno. Melhor ainda! Leva menos de 1 hora para você colocar sua escola totalmente personalizada no ar.
  2. Sua escola online com domínio próprio: Com certeza você quer que os seus alunos venham diretamente para o site da sua escola – isso torna a sua marca cada vez mais conhecida e mais profissional.
  3. Escola e curso totalmente compatíveis com celulares e tablets: O celular é o futuro, e a sua escola e o seu curso precisam refletir esta realidade. Celulares e tablets já são considerados a “primeira tela”, depois do computador e a televisão. Seus alunos precisam ter acesso a sua escola e ao seu curso através de dispositivos mobile e não só pelo computador.
  4. Total controle sobre a sua escola, seus cursos e seus alunos: Este é, provavelmente, o ponto mais importante. Algumas plataformas cobram altas taxas de comissão além de estabelecerem um valor mínimo para cobrança do seu curso. Com a Hotscool você estrutura seu curso, oferece diversas formas de pagamento para o seu aluno e a lista de emails é sua, mesmo quando você não quiser continuar mais conosco. Além disso, e não menos importante, os direitos autorais do curso e conteúdo são seus e não da plataforma.
  5. Sua escola online rodando e aceitando pagamentos já desde o primeiro dia: Isso é extremamente importante para você conseguir escalar e ganhar tração no seu negócio. A gente cuida de tudo isso automaticamente para você.

Passo 6: Crie um ótimo conteúdo

“Conteúdo é rei”! Já ouviu essa afirmação? E pode acreditar: é mesmo! Conteúdo é tudo. Seja num site, num blog e principalmente num curso online.

Você teve sua idéia para montar o seu curso, já conhece sua audiência e já sabe quanto vai cobrar – Agora você, finalmente, pode começar a estruturar seu curso.

A melhor maneira de planejar o seu curso é anotar cada passo que alguém precisa fazer em ordem cronológica para obter o resultado desejado e cada passo se torna uma lição em seu curso. Lembre-se: Tenha em mente que a finalidade do seu curso é levar seus alunos a uma transformação. Planeje e assegure que cada lição do seu curso deve levar seu aluno a esse resultado final.

Com a Hotscool você pode utilizar e disponibilizar qualquer tipo de conteúdo em seus cursos online: vídeos, áudios, imagens, arquivos Word, planilhas do Excel, arquivos PDF, apresentações em PowerPoint, o que você quiser. Isso te dá tranquilidade e flexibilidade para trabalhar com o formato mais confortável para você.

Na maioria das vezes, vemos pessoas lançando seus cursos basicamente com textos, ebooks no formato PDF e vídeos gravados até mesmo com celulares. Se quiser um resultado ainda mais profissional, você pode e deve investir em equipamentos melhores como câmeras DSLR, microfones e outros equipamentos. Mas isso é assunto para outro artigo!

No início, a ideia de gravar seus próprios vídeos pode parecer um tanto quanto assustadora para os mais tímidos, mas com a prática você irá perceber que se tornará um processo natural.

E você também pode optar pelo simples fato de não aparecer em seus vídeos. Você pode usar um programa de captura de telas e áudio (screencasts) e utilizar somente a sua voz, dependendo do tipo de curso e conteúdo.

Passo 7: Lançando seu seu curso

Após todo o seu trabalho árduo, é hora de lançar o seu curso online. É hora de vender! E, embora seja divertido experimentar diferentes técnicas de marketing, descobrimos que, quando se trata de lançamentos, um método já testado e comprovado sempre funciona melhor.

É agora que a sua lista de e-mails entra em ação. Você pode criar uma sequência de e-mails estratégica que vai “aquecer” e preparar sua audiência para a venda do seu curso online.

Os e-mails funcionam para construir uma lista de espera para o seu lançamento e um sentido de urgência para a compra.

Veja como seria essa sequência de e-mails ao longo dos dias:

  • Dia 1: Provoca a sua audiência e mostra um Teaser do seu Curso
  • Dia 2: Resposta: “Qual é o curso”
  • Dia 3: Informe a sua audiência que o curso está aberto
  • Dia 4: Responda Perguntas frequentes
  • Dia 5: Ofereça um bônus surpresa para aqueles que compram nesta fase inicial do lançamento
  • Dia 6: Diga obrigado e mostre prova social (declarações de quem já comprou e números)
  • Dia 7: Faça um argumento lógico para a comprar e diga que seu curso está fechando (sentido de urgência)
  • Dia 8: envie três e-mails dizendo que hoje é o último dia (sentido de urgência)

Este é o primeiro artigo de uma série que publicaremos até o lançamento da Hotscool que será muito em breve!

Gostou deste artigo? Que tal compartilhar e ajudar mais pessoas a empreender? Além disso, assine nossa lista  para receber os novos artigos e ser avisado quando a Hotscool estiver no ar.

Facebook Comments